Nos últimos meses, o mundo vem assistindo um novo vírus tomar conta de todos os continentes e, hoje, o novo Coronavírus é praticamente o único assunto possível. No momento em que escrevo esse texto, o Brasil já ultrapassa 600 casos da doença e a previsão é de que em até 8 dias, no Brasil, cerca de 4,9 mil pessoas estejam infectadas.

Já sabemos que evitar contato social, lavar bem as mãos com água e sabão, e não levá-las ao rosto são medidas que ajudam a evitar a propagação do vírus. Mas você sabia que carteiras digitais e meios de pagamento mobile também podem auxiliar nessa luta?

A questão é bem simples: mesmo em cidades que estão sob quarentena, ainda voluntária, às vezes é necessário sair para comprar itens de necessidade. Especificamente as farmácias e supermercados tiveram aumentos repentinos de fluxo de pessoas, possivelmente impulsionado pela necessidade e notícias da COVID-19

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Os dados são da In Loco, que capta o comportamento de visita a estabelecimentos por usuários dentro de nossa rede de parceiros, sem relacionar as informações de geolocalização com qualquer pessoa e sem a captação de dados sensíveis, garantindo a sua privacidade..

Porém, na hora de pagar a conta, precisamos tocar em notas de dinheiro, encostar na máquina de pagamento ou até mesmo entregar nosso cartão para o atendente. O problema é que tudo isso pode nos infectar, afinal, o novo Coronavírus, ou Covid-19, resiste bastante tempo nas superfícies – no plástico, por exemplo, material dos cartões e das maquininhas de pagamento, ele pode sobreviver por até 3 dias!

Para minimizar os riscos de contaminação, utilizar formas de pagamento onde não é necessário entrar em contato com objetos que podem ter sido expostos ao vírus é uma opção mais segura. E é aí que entram os meios de pagamento digitais.

Como funcionam as carteiras digitais e os pagamentos mobile?

As carteiras digitais permitem o cadastro de cartões de crédito e débito ou até mesmo a inclusão de dinheiro nos aplicativos para a realização de pagamentos. Com elas, você consegue pagar compras em lojas físicas somente com o celular ou smartwatch em que a sua carteira está cadastrada. E, como esses pagamentos são feitos por tecnologia NFC, você não precisa encostar as mãos nas máquinas de pagamento, nem entregar o seu cartão para outra pessoa, basta aproximar os dispositivos.

Já os pagamentos mobile, como os que utilizam QR Code ou são feitos à distância, também não pedem que você encoste suas mãos em outros objetos além do seu smartphone, já que eles são feitos digitalmente.

Por funcionarem sem a necessidade do contato, esses meios de pagamento são ótimas opções para evitar a contaminação durante momentos em que não se pode evitar o contato direto ou indireto com outras pessoas, como no caso de compras.

E quais carteiras posso utilizar? 

No aquecido setor de meios de pagamento não faltam opções: Muitos apps em que a tecnologia usada é a leitura de um QRCode, como o iti do banco Itaú, aceito em todos estabelecimentos com máquinas Redecard e Parceiros, Payly, Picpay, Cielo Pay, Santander way, além do Ame Digital da B2W com ótima avaliação (4.86 na Apple e 4.65 na Google Play). Entretanto o maior player no momento é o Mercado Pago, a opção nos últimos 12 meses com mais de 9 milhões de usuários ativos mês, o maior entre todos os apps neste sentido.

Ainda existem os aplicativos nativos dos fabricantes e sistemas operacionais, Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay, que já estão embarcados nos devices. Correndo por fora ainda temos a carteira digital dos food deliveries e super apps Rappi, Uber Eats e iFood esta semana a empresa que tomou a iniciativa de abrir um fundo de R$50 milhões para assistir aos restaurantes durante a crise do Covid-19 (belo movimento, aliás).

Sem dúvida este vírus mudou continuará mudando o comportamento de todo o mundo. Se você ainda não fez, uma grande mudança que você pode fazer hoje, para sua segurança, é começar a utilizar carteiras digitais.

Rafael Rossi

Por Rafael Rossi

Entusiasta tech, apaixonado por inovação e estratégia. Key Account Executive - Telco & Finance | In Loco